CENTRAL DE ATENDIMENTO
De segunda à sexta das 9:00 às 18:30
(11) 3522-7626 / vendas@robocore.net
Retornar
ao topo

Pocket Kit p/ Arduino - 5. A Protoboard



Imagine que você está montando um circuito eletrônico, dimensionou os componentes corretamente e a gora só precisa testar para verificar se tudo o que foi feito vai funcionar corretamente. Cada teste que fosse necessário demandaria a montagem de uma placa de circuito impresso, que envolveria horas de trabalho, gasto de componentes, visto, etc. Pensando em facilitar e agilizar os testes, foi criada a "placa de ensaio", mais conhecida como protoboard, que basicamente é uma placa repleta de contatos que facilitam a montagem e testes de circuitos eletrônicos. Portanto este tutorial tem como objetivo apresentar as funcionalidades de uma protoboard e alguns exemplos de ligações básicas.

Para este tutorial vamos usar a protoboard de 400 pontos que acompanha o Pocket Kit e é capaz de atender todos os projetos desenvolvidos na apostila. Mas isso não impede que os projetos sejam desenvolvidos com outros modelos de protoboards, como os modelos de 840 e 1660 furos, além dos modelos mais compactos, como as mini protoboards.

A primeira coisa que devemos ter em mente para saber usar uma protoboard é conhecer suas interligações internas e seu layout. Como é possível observar na imagem abaixo, uma protoboard na maioria das vezes é dividida em "faixa de terminais" e "faixa de barramento".

A faixa de barramento é os pinos destinados a alimentação do circuito, ou seja, recebem os pinos de VCC e GND e tem seus furos interligados horizontalmente. Já a faixa de terminais é a área destinada aos componentes e tem seus furos ligados verticalmente. Observe que esta faixa é divida em duas partes. Isso ocorre para que seja possível conectar CIs (circuitos integrados) na placa.

Experimento básico


Neste primeiro experimento vamos ligar um LED, usando os pinos de 5V e GND da placa Arduino, para testarmos as ligações internas da protoboard.

Lista de materiais


Testando a protoboard

Com o esquemático abaixo podemos alternar a posição do jumper da faixa de terminais e da faixa de barramento para conferir as ligações da protoboard.

menuAC.gif
menuSL.gif

Como é possível observar nos GIFs acima, o LED apenas acenderá se as trilhas estiverem interligadas, ou seja, o fato do LED não acender indica que alguma trilha do circuito não esta conectada e portanto podemos verificar qual é o caminho que a corrente percorre na placa de testes.

Você pode fazer esse teste com os LEDs coloridos do seu kit ou com o resistor de 10 kΩ. Adotamos o LED de alto brilho com o resistor de 300 Ω para que a diferença seja bem perceptível.

Nota: quando realizar o teste, fique sempre atento às ligações. NUNCA conecte trilhas com potenciais diferentes, ou seja, GND e VCC, pois isso causa um curto circuito que poderá danificar algum componente.



Solução de problemas


O LED não acende

Tente verificar se o circuito está ligado corretamente, verifique se os jumpers estão ligados na trilha certa e se o LED está ligado com a polaridade correta.