LOJA FÍSICA
Praça Mauá, 4541 - Sala 22
09580-050 - São Caetano do Sul / SP
CENTRAL DE ATENDIMENTO
(11) 3522-7626
info@robocore.net
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
De segunda à sexta das 9:00 às 18:30
Retornar
ao topo

Nanoshield Ethernet


Quantidade:
Adicione para calcular o frete!
Formas de pagamento:
  • Pague em até 12x no cartão
  • Pague através do PayPal
  • Pague por Boleto Bancário

Produtos Relacionados


Conecte o seu projeto à internet.

O Nanoshield Ethernet permite a conexão de seu projeto diretamente à Internet. Algumas coisas que você pode fazer são:

  • Acessar sites e serviços na Internet.
  • Comunicar-se com outros dispositivos na sua rede local.
  • Rodar um servidor web simplificado no seu Arduino ou Alevino.
  • Enviar dados locais para a Internet, como dados de sensores por exemplo.
  • Enviar e-mails.

  • O Nanoshield Ethernet utiliza o chip W5500 da Wiznet, que é um controlador de rede Ethernet e comunica-se com o microcontrolador do seu projeto via uma interface SPI. Este chip é uma versão mais moderna do que o chip utilizado pelo Arduino Ethernet Shield oficial, possuindo mais memória (32Kb contra 16Kb) e maior número de conexões simultâneas (8 contra 4).

    A programação é feita por meio da nossa biblioteca Nanoshield_Ethernet que é compatível com a biblioteca Ethernet padrão do Arduino, fornecendo acesso às mesmas funções, além de uma funções para economia de energia (modo power down).

    Uma grande vantagem do controlador W5500 em relação a outros controladores do mercado é que ele possui uma implementação (stack) de protocolo TCP/IP interna. Isso reduz muito as tarefas a serem executadas pelo microcontrolador, deixando o software mas rápido e reduzindo o consumo de memória. O buffer interno de 32Kbytes permite armazenar os dados enviados e recebidos enquanto o microcontrolador executa outras tarefas.

    Uma outra característica do Nanoshield Ethernet é que ele já vem com um endereço MAC próprio no chip de memória EEPROM integrado à placa. Esse é um endereço único global, registrado exclusivamente para a sua placa. Isso impede conflitos de endereço entre o seu Nanoshield Ethernet e outros equipamentos da rede, e você pode inclusive incluí-lo em um produto final sem ter que comprar endereços MAC da entidade de registro.




  • Implementado com o CI W5500 fabricado pela Wiznet.
  • Stack TCP/IP interno.
  • Suporta 8 sockets simultâneos.
  • Suporta os protocolos TCP, UDP, ICMP, IPv4 ARP, IGMP e PPPoE.
  • 10BaseT/100BaseTX com auto negotiation e auto MDI/MDIX.
  • Buffer interno de 32Kbytes para transmissão e recepção.
  • LEDs de status:
    • Indicador de alimentação da placa (PWR)
    • Full duplex ou half duplex (DUPLEX)
    • Velocidade 10/100 (SPEED)
    • Atividade da rede (LED verde no conector RJ-45)
    • Link ativo (LED amarelo no conector RJ-45)
  • Memória EEPROM I2C com 2Kbits e MAC address interno individual para cada placa.
  • Regulador de 3V3 próprio, não adicionando carga extra ao regulador interno do Arduino.
  • Seleção de tensão de alimentação EEPROM e operação do barramento I2C entre 5V ou 3,3V (via jumper de solda).
  • Jumper para seleção do endereço I2C para a memória EEPROM.
  • Velocidade máxima de comunicação na interface SPI de 14,3 Mbps.




  • Especificações Elétricas:

  • Alimentação: pode ser feita tanto pelo pino VIN como pelo pino VCC. O intervalo de tensão para o pino VIN é de 7V até 12V (limite máximo até 20V); para o pino de VCC o intervalo é de 4,5 até 5,5V (valor típico de 5V). Quando houver alimentação presente nos pinos VIN e VCC simultaneamente, a alimentação do pino VIN tem prioridade e será selecionada automaticamente para alimentar o módulo. A memória EEPROM vem configurada de fábrica para ser alimentada com 5V, utilizando a tensão presente no pino VCC.
  • Consumo: o consumo máximo de corrente é de aproximadamente 125mA durante a transmissão de dados e de aproximadamente 70mA quando o módulo não está transmitindo. Quando o modo de economia de energia (power down) é acionado via software, a comunicação é desativada e o consumo cai para aproximadamente 25mA.
  • Níveis lógicos: os pinos de entrada referentes à SPI (SDI, SCKL e /SCS) funcionam com níveis lógicos de 5V ou 3,3V. As saídas referentes à SPI (SDO e /INT opcionalmente) têm nível lógico de 3,3V e são 100% compatíveis com os níveis de tensão aceitos pelo Arduino. A comunicação I2C com a memória EEPROM vem configurada de fábrica para operar com nível lógico de 5V.



  • Para fazer comentários é necessário estar logado. Efetuar login.

    Você ainda nao é cadastrado? Cadastre-se agora!


    araujo33
    date Enviado: 2017-08-06 22:38:42
    Este shield pode é compatível com o Arduino Uno R3?

    MarceloFarias
    date Enviado: 2017-08-07 09:45:32
    araujo33
    Sim, é compatível.

    MarceloFarias
    date Enviado: 2017-08-07 09:46:16
    araujo33
    Mas lembre-se, ele não se encaixará diretamente no Arduino Uno R3. Você precisará utilizar uma Base Board UNO (https://www.robocore.net/loja/produtos/nanoshield-base-board-uno.html) para isso.

    allanivp
    date Enviado: 2016-06-14 20:04:44
    A questão é a seguinte, preciso dele em um projeto um pouco mais compacto ainda.... Pensei em fazer o seguinte... Chequei a pinagem e aparentemente é igual a do Arduino Nano, logo como necessito deles em pouco espaço, com muito cuidado para não estragar, vou soltar um em cima do outro cada pino no seu lugar... O que acha da ideia... Se feito com cuidado sem problemas né?

    ViniDj
    date Enviado: 2016-06-15 10:04:14
    allanivp
    Acredito que não tenha problemas, mas talvez seja mais interessante soldar uma barra de pinos femea no Nano e conectar o nanoshield nele na posição correta, apenas tenha certeza que a pinagem bate.

    allanivp
    date Enviado: 2016-06-14 19:03:23
    Posso usar normalmente com um arduino nano?

    ViniDj
    date Enviado: 2016-06-14 19:10:35
    allanivp
    Utilizando uma Base Board, sim, sem problemas.

    rud57
    date Enviado: 2016-02-08 22:44:54
    Segui e montei a apresentação do seu vídeo "...relês pela internet..." (parcial). Tudo maravilha.
    Gostaria de acionar um relê (ou acender um led) instalado junto com receptor RF e arduino.
    O emissor (transmissor) estaria ligado noutro arduino e ethernet shield.
    Estou tentando mas tenho encontrado incompatibilidades entre bibliotecas.
    Sei que isso existe.
    Na sua série de IoT tem isso? Caso contrário onde posso achar ajuda?.  
    Isso é usado em robótica?

    ViniDj
    date Enviado: 2016-02-10 09:05:25
    rud57
    Caso queira acionar cargas via RF sugiro utilizar o sistema Albatross para isso pois ele já é feito para isso. Na série de IoT do YouTube não fazemos esse comando a distância e infelizmente não temos um tutorial de como fazer isso usando aquele código.  Se quer fazer uma adaptação sugiro começar testando os módulos RF separadamente, e depois que estiverem funcionando sem estar na rede, coloque-os no projeto com a rede. 

    ludiofle
    date Enviado: 2015-10-14 22:08:28
    SERVE NO ARDUINO BLACKBOARD ?

    ViniDj
    date Enviado: 2015-10-15 09:48:05
    ludiofle
    Se usado junto com a BaseBoard adequada, serve sem problemas.